E de repente....

(Será que podes abrandar, ó tempo!)

Sem comentários: