Poupança #3...

... vales de desconto!

 Mais uma resolução de ano novo: aprender a usar os vales de desconto!

 Isto vai passar por recortá-los e andar sempre com eles! E aprender a utilizá-los principalmente quando são acumuláveis com os descontos e promoções dos próprios supermercados!!

 Com a crise tenho passado a optar pelas marcas próprias em muito produtos usados, que em muitos casos são tão bons ou melhores que os de marca.
O que é certo, é que com vales de desconto há produtos de marca que ficam bem mais baratos e é isso que quero passar a aproveitar!!
Até agora não tenho tido grande paciência mas vou ter mesmo de me organizar porque sei que tenho andado a desperdiçar dinheiro!! E agora tenho mais uma boca para alimentar (e bem comilão!!)


 E onde encontrar os vales?? Por exemplo:

  • nas revistas dos hipermercados (por exemplo, Sabe Bem do Pingo Doce ou a Continente Magazine
  • fazendo registos nos sites oficiais das marcas e subscrever as newsletters (por exemplo Danone; Nestlé; site Paramim; Dodot; etc.) 
  • revistas pagas que oferecem vales de descontos no interior (tipo, Saberes e Sabores da Vaqueiro, Mulher moderna na Cozinha ou a Lusitana
  • enviar um e-mail à marca, de forma espontânea, a pedir vales de descontos; 
  • acompanhar o facebook das marcas para estar a par das promoções lançadas. 


Podem também ir acompanhando as ofertas de vales de descontos ou outras promoções em alguns sites/blogs, como este, este ou este.

 Boas compras e boas poupanças...

O novo hóspede cá de casa...


(agora só falta convencer o pai que o melhor é o Pampufa ficar cá por casa
 em vez de ir para casa da avó!!) 

Ai ai ai..

... o natal a chegar e eu sem espírito nenhum!!!! (Este fim de semana a Maria pediu para montar a árvore mas por andarmos os 2 em baixo com as viroses que elas nos passaram, acabamos por combinar com el montar a árvore no próximo!! Temos mesmo de arribar lá por casa...)

Poupança #2...

.... instituir cá em casa menus semanais ou quinzenais!

Esta medida vai implicar um grande esforço da minha parte, não só em tempo como em paciência. Para alguém como eu que adora o "deixa-andar", esta medida  vai ser difícil de rotinar mas tenho mesmo de a implementar!

Vou tentar aproveitar bem ferramentas como esta (uma excelente ajuda para quem tem uma bimby), esta ou dicas como estas ou estas para conseguir planear bem as refeições cá de casa e evitar o que por vezes se passa: comida-vira-o-disco-e-come-o-mesmo, ou seja, andarmos sempre de volta dos mesmos pratos; chegarmos cansados sem nada preparado e toca de ir comprar frango assado ou outra coisa qualquer menos nutritiva e mais cara; ou mesmo chegar à noite, ainda ir descongelar qualquer coisa que depois nem sabe a nada!

Assim, com  menus semanais ou quinzenais irei conseguir reduzir a lista de supermercado ao essencial e necessário, reduzir a comida que anda pelo congelador, tornar a rotina da marmita numa rotina fixa e não dependente dos restos que (e quando) sobram, diversificar a alimentação!

Sugestões aceitam-se e são bem vindas, por isso se quiserem colaborem!!

Tudo de molho...

... eu ainda com a gripe herdada da Inês!
... a Maria com uma gastroenterite herdada da Inês!
... a Inês a recuperar de 2 otites (com direito a 2 antibióticos diferentes) e duma gastroenterite!!

Entre remédios e consultas lá se tem ido a poupança....

Poupança #1...

... a 1ª coisa a ser feita cá por casa nesta saga da poupança, é perceber onde é gasto o dinheiro!
Por isso tenho feito uma listagem de todas as despesas destes últimos meses para perceber exatamente quanto gastamos em despesas fixas (creches, água, luz, gás, M4O, etc.), quanto se vai no supermercado ou em gasolina, por exemplo.

De seguida, é tentar perceber o que podemos mudar!

Já decidimos que a partir de 1 de janeiro, começamos a utilizar o sistema dos envelopes! Ou seja, até lá vamos perceber exatamente quanto precisamos por mês para cada tipo de despesa e no início de cada mês iremos levantar  o dinheiro que achamos suficiente, distribuímos pelo envelope correspondente a cada tipo de despesa e vamos apenas gastando dinheiro dos envelopes. No final de cada mês veremos se o orçamento que fizemos para cada tipo de despesa é o suficiente ou não, e vamos ajustando as contas. Para quem quiser mais informação ver aqui e aqui, por exemplo!

1 de janeiro irá marcar o início à séria de todo o nosso projeto de poupança, não só por ser o começo do ano (com o compromisso que isso acarreta na altura de comer as passas!) mas  também porque até lá temos o natal, altura de gastos acima da média, e o pagamento das questões relacionadas com o carro (o que implica sempre muito dinheiro a voar!!)

Inês...

... já tem os 2 caninos de cima de fora!!!

(está uma rufia, desafiadora de todo e qualquer não, e sempre com um sorriso enorme na cara!! Esta vai dar que fazer!!)

Poupança....

... tema ainda não abordado neste blog, mas sobre o qual me irei alongar nos próximos tempos (não levem a mal nem fujam do blog!!! )

Isto de ser funcionária pública é muito giro, porque para a opinião pública somos uns calões, para o governo um esbanjar de dinheiro e para os chefes uns moiros de trabalho. 
Neste momento faço o meu trabalho, acudo ao trabalho duma colega que está de baixa (volta rápido amiga!!) e substituo uma colega que foi suspensa (e que provavelmente não volta!!). Trabalho por mais de 1 pessoa mas ganho por menos de 1 ordenado! Aliás, já nem sei quantos ordenados lá ficam!! Desde a sobretaxa em fevereiro, ao aumento para 40h semanais, ao aumento do desconto da adse, ao ajustamento do irs no subsídio de natal (o que é isso???), à taxa sei lá do quê que me vai cortar o ordenado em cerca de 8% em janeiro, só sei que hoje ganho menos que à 6 anos atrás quando comecei a minha bela carreira para a causa pública!

Sei é que:
pai ganha pouco + mãe ganha cada vez menos + 2 raparigas para criar + aumento geral de tudo = necessidade cada vez maior de aprender a gerir bem as contas para podermos poupar alguma coisa!!

E é com este espírito que irei começar a relatar por aqui as nossas medidas de poupança, a ver se conseguimos começar o ano a poupar certinho todos os meses, pelo menos, 15% do nosso rendimento líquido!!


E por falar em maluquices...


... alguém consegue traduzir este anúncio, encontrado numa montra duma loja fechada, para português??

Maluquinhos e tolerância....

... nesta fase cansativa da minha vida (com 2 miúdas que não se entendem sempre de goelas abertas em casa!), confesso que cada vez tenho menos paciência para aturar maluquinhos!
E não sei se é da vida atual, da crise, da Troika, ou simplesmente do ar, o que é certo é que me deparo, diariamente, com muitos maluquinhos! Demasiado mesmo!!!

Hoje recebi 2 mails de resposta a um anúncio que coloquei de venda de um livro: no primeiro um sr. perguntava de forma algo agressiva se o livro estava em bom estado porque via na foto "o-canto-superior-esquerdo-danificado!" Lá respondi que de facto o livro tinha a capa ligeiramente amolgada (só dei conta depois de receber o mail do sr.) mas que estava impecável por dentro! E que por 5€ com portes incluídos não podia estar à espera de um livro novo (aqui confesso que fui um bocadinho bruta, mas reagi com agressividade a um e-mail agressivo!). Logo a seguir abro um 2º mail relativo ao mesmo livro, e qual não é o meu espanto, quando verifico que é do mesmo sr. a acusar-me de não lhe ter respondido ao 1º mail!
Aqui já achei de mais, e reagi ainda com mais agressividade (estou de dieta e é 2ª feira! Além de que nunca enganei ninguém nem tenciono fazê-lo -> senão nem tinha posto uma foto com o livro danificado!!!)
Acabei por lhe responder que tinha vida além da net e das vendas e que não andava assim tão desesperada por € que tivesse de verificar constantemente se alguém me comprava as coisas!!!

Claro que isto na vida, agressividade gera agressividade, e acabei por receber um mail do sr. de 1 página inteira (que não li!!), onde dizia coisas como chamar-me medíocre, estúpida, desesperada por €, e nem li mais! Acabei por pôr o mail em spam apesar de me apetecer responder-lhe!! Não vale a pena!!!Eu quero vender e ele comprar! Se não ficou satisfeito com a foto do livro, procure outro!! Eu não morro por não o vender nem deixo de comer por isso!! Agora que não tenho pachorra para estas situações, isso não tenho... nunca "agredi" ninguém por estar a vender uma coisa que não me agrada.... maluquices!!!