Vidas...

Ao ver uma reportagem na SIC este domingo (magnífica, por sinal!) sobre a paralisia cerebral fiquei admirada e, principalmente, chocada. Chocada comigo própria, pela minha total ignorância em relação ao fantástico trabalho que faz a associação de paralisia cerebral, mas especialmente por ver a luta e a força de vontade com que algumas das pessoas com esta doença encaram a vida.
Sei que, nestes meus quase 30 anos, já passei por desilusões, mágoas e tristezas, já passei por situações difíceis (e que a minha "atitude de avestuz" ajudou a ultrapassar!), mas nada do que se compare à luta que algumas pessoas têm de travar com a sua própria vida. E, no caso desta doença, uma luta diária e constante!
Mais uma vez me apercebo que sou realmente uma felizarda, que tenho tido uma vida abençoada (e que espero continue assim!!!!!!!), não só porque o infortúneo se tem mantido afastado mas também por saber e sentir que estou rodeada de pessoas que me amam!
Só espero que, no dia em que a vida me pregar uma daquelas grandes rasteira (porque sei que infelizmente um dia vão chegar!) ter tanta força, tanta garra, tanta vontade de viver como têm todas aquelas pessoas que diariamente lutam com a vida, todos aqueles que infelizmente não tiveram ou não nasceram com a mesma sorte que eu!

Comentários

limalimão disse…
Da que pensar... A melhor maneira que temos de agradecer esta 'sorte', se assim se pode chamar, é fazermos as coisas como devem ser e sentirmo-nos felizes com o percurso e não com a meta final! Um beijinho grande minha linda!

Mensagens populares deste blogue

2016...

Natal...

Uau...